quinta-feira, 24 de Abril de 2014

Livin' la vida loca

07h30: Regressando à base após uma noite de folia e comezainas.

(Albufeira, Abril 2014)

Cirurgia dos Puros

O texto elucida, embora eu nunca tivesse ouvido esta designação e nunca tivesse lá chegado sozinha. Para mim, cirurgia dos puros só poderia ser operar membros de uma seita religiosa como os cátaros. Ou então cortar as extremidades dos charutos...

(Faro, Abril 2014)

terça-feira, 15 de Abril de 2014

Quadrinhas de Primavera

Bom dia Sol,
bom dia luz,
porque te escondes
sob um capuz?

Gosto de sol,
de mar azul:
por isso habito
terras do sul.

Já há papoilas
a baloiçar;
as laranjeiras
perfumam o ar.

Afasta a chuva,
enxota o vento,
despede enfim
o céu cinzento.

Foi-se o inverno,
mudou a hora:
vá o mau tempo
também embora.

segunda-feira, 31 de Março de 2014

Uma espécie de Primavera

Hoje choveu tanto em Albufeira que os caracóis subiram às cadeiras para não se afogarem.

(Albufeira, Março 2014)

sexta-feira, 7 de Março de 2014

Uma espécie de educação

Mais uma adolescente de 15 anos respondeu hoje, na minha consulta, quando lhe perguntaram pelos seus planos profissionais futuros, que quer ser modelo. A explicação é a habitual:

_ Porque para ser médica é preciso estudar muito. Ou para economista.

São estes os tais filhos que ainda vão andar a pagar as dívidas contraídas pelo sr. Sousa. Vale a pena preocuparem-se.

quinta-feira, 6 de Março de 2014

Uma espécie de protesto

Acabo de ouvir na SIC notícias que as câmaras de televisão e os jornalistas não são bem-vindos nem bem vistos pelos manifestantes, polícias e militares, que hoje se apinham diante do parlamento e de vez em quando ensaiam uma subida pela escadaria (invasão, chamam-lhe).

Se assim é, poderia alguém explicar porque escolheram este horário, perfeito para os directos televisivos mas completamente fora das horas normais de expediente, quando já não podem esperar que ali estejam deputados ou governo para os receber?

segunda-feira, 3 de Março de 2014

Uma espécie de alavancagem

Acabei de descobrir, por acaso, o b-a-bes, um "dicionário de banquês-português" online que promete ser muito útil para quem anda perdida entre os activos tóxicos em que se transformou a linguagem dos meios de comunicação social.

Uma espécie de lei de Murphy

Quando pensamos que já lavámos a loiça toda e arrumamos o esfregão, há sempre uma última peça esquecida algures atrás de nós.