sexta-feira, 18 de maio de 2012

Daqueles que perdemos

Voices

Voices, loved and idealized,
of those who have died, or of those
lost for us like the dead.

Sometimes they speak to us in dreams;
sometimes deep in thought the mind hears them.

And with their sound for a moment return
sounds from our life's first poetry -
like music at night, distant, fading away.

C. P. Cavafy, Collected Poems, Princeton, New Jersey, 1992

4 comentários:

Mário disse...

Bela forma de dizer que teve uma enorme perda, Gi.

Conto que ultrapasse a dor e esteja de regresso em breve...

Grande abraço

Mário

Gi disse...

Obrigada, Mário. Por enquanto não me tem apetecido escrever nada, mas isto há-de melhorar.

mfc disse...

Morremos sempre um pouquinho a cada dia que passa!

luisa disse...

Já não passava aqui a algum tempo e penalizo-me por só agora perceber porque não me estava a aparecer regularmente o Garden of Philodemus na minha lista de leitura.
Sorry.