sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Closing time para Leonard Cohen

Descansa em paz, Leonard Cohen, príncipe da canção e da poesia.



5 comentários:

Mário Gonçalves disse...

Partilho consigo o culto das canções e poemas do Cohen, Gi. Merecia que o Dylan, pelo menos, lhe dedicasse o Nobel recebido.

You know who I am,
you've stared at the sun,
well I am the one who loves
changing from nothing to one.

Gi disse...

Para meu gosto, Mário, os poemas de Cohen são muito mais interessantes do que os de Dylan, mas é verdade que conheço menos os de Dylan e que não tenho vontade de conhecer mais... Será um ciclo vicioso?
Entretanto encontrei os de Cohen aqui.

Goldfish disse...

Gi, isto é mais uma reclamação quanto à ausência de posts do que à loucura aparente do blogger. Já por duas vezes aqui venho por estar assinalado no meu blogue que há novidades, chego cá e nada! Com muita pena minha!

Gi disse...

Goldfish, tem razão, peço desculpa. Tenho escrito umas coisas mas não me têm saído bem e tenho optado por apagá-las. Pensava que já ninguém cá vinha, que andava tudo no Facebook...

Goldfish disse...

Era a brincar, pensei mesmo que o bloguer estivesse louco!