domingo, 10 de janeiro de 2010

Bom para viver

Notícia do Expresso:

Portugal é o 21º melhor país do mundo para viver
Portugal está mais bem classificado que o Reino Unido, Grécia, Eslovénia, Mónaco, Suécia, Polónia e mesmo o Japão, na lista da revista International Living.
Vitor Andrade (www.expresso.pt)
9:46 Domingo, 10 de Jan de 2010

A lista dos melhores países para se viver é liderada pela França, com a Austrália em segundo lugar e a Suiça a ocupar a terceira posição. Clique para ver a listagem completa dos países.

Ser o vigésimo primeiro será motivo de orgulho? Lá vou eu outra vez citar César, que terá dito que mais valia ser o primeiro numa aldeia espanhola que o segundo em Roma...

Clique-se pois e considerem-se as várias rubricas. Eu emigrava de boa vontade para a maioria dos países classificados antes de nós, e se calhar até para um ou dois classificados depois.

8 comentários:

Mário disse...

Interessante. Gi, reparou que "cultura e lazer" é mais ou menos inversamente proporcional a "custo de vida" ?

Suécia: custo de vida 0 (caríssimo), cultura e lazer 94 (máximo); Tuvalu: barato (custo 80), mas 4 em cultura e lazer...é também curioso que países europeus fora da UE tenham pontuações excelentes - Suécia, Noruega, Suíça...

Contentemo-nos com a nossa mediania, mais uma vez. Mas a boa pontuação em Liberdade, Saúde e Segurança não será demasiado optimista? Ranta gente a queixar-se nessas áreas...

Gi disse...

Mário, há coisas muito estranhas: como é que do Japão, o segundo mais caro com 24 pontos, e numa sequência sem sobressaltos, se passa para 0 pontos na Suécia?

Mário disse...

Poi é, este estudo parece ter recorrido a um típico instrumento da época: feito a olhómetro..

mfc disse...

Claro que é bom... É óptimo!

Paulo disse...

Andorra vem um nadinha abaixo de nós, o que me deixa mais descansado. E acho que deve ter razão, Mário, quanto ao instrumento usado para a medição.

Dúvida Metódica disse...

Talvez Portugal seja o 21º melhor país para se viver se não se for português. Muitos estrangeiros que cá vivem têm uma bela vida, mas isso não sucede manifestamente com a maioria dos portugueses.

Joao Quaresma disse...

Dúvida Metódica: exactamente. Não é por acaso que muitos reformados do Norte da Europa escolhem Portugal para viver. Mas a segurança já não é o que era.

Gi disse...

Nem as pensões deles, JQ...