domingo, 7 de abril de 2013

Whatever happened to Mário Crespo?

Sim, tenho acompanhado a questão do "chumbo" dos cortes do Orçamento 2013 pelo Tribunal Constitucional, assisti à declaração dos juízes, na qual a palavra inconstitucionalidade perdeu uma ou duas sílabas intermédias, a parte do discurso do primeiro-ministro, vagamente aos dos representantes dos partidos e por alto aos comentários de diversos comentaristas (não, esse não) e, em verdade vos digo, não consigo deixar de ter a sensação de que isto é um número de circo com palhaços ensaiados.

Daí a pergunta inconsequente do título, para cuja resposta me estou alegremente nas tintas.

3 comentários:

Mário disse...

Pois eu acho que faz muita falta, sim. Desde que sumiu, os TJs são todos iguais, as TVs são todas iguais. Fazia a diferença.

Gi disse...

Acha mesmo, Mário?
Creio que foi ele que começou com os frente-a-frente nos TJs, o que de início teve graça mas a partir de certa altura se tornou insuportável.
Espero que esteja bem de saúde, de qualquer maneira, porque foi estranho o seu desaparecimento súbito.

Mário disse...

E trouxe o 60 minutos para Portugal, o único programa informativo que me colava à TV.

Estranho, sim.