sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

O pecado de Juncker

"Pecámos contra a dignidade dos povos, especialmente na Grécia, em Portugal e também na Irlanda", disse Jean Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia.

Pergunta: porque disse ele isto agora?

Respostas possíveis:
1. estava bêbado
2. pediu uma audiência ao Papa Francisco e está à espera de resposta
3. este Verão quer fazer férias na Grécia
4. outra

Votação na barra do lado direito do blogue. Se escolher "outra", por favor explique-se na caixa de comentários deste post.

5 comentários:

Mário Gonçalves disse...

Gi, ele burro não será, percebeu que as coisas se inclinavam para o lado grego e que a Troika meteu água em catadupa.

Quer reservar um lugar ao sol. Poderá sempre alegar "eu fui o primeiro a falar da humilhação", como outro que cá temos que alega sempre "eu bem avisei".

De qualquer modo: a "vitória" grega que amanhã merecerá parangonas e hurras é mesmo de Pirro. Conseguiram, apenas, dinheirito para as primeiras necessidades, e não qualquer reestruração. E cederam quase tudo.

Fanático_Um disse...

Gosto de qualquer uma das 3 primeiras hipóteses, mas lá tive que escolher uma...

Paulo disse...

Gostei muito deste inquérito. Para já, há uma hipótese em clara vantagem.

Maria de Lurdes Vale disse...

Amiga qualquer uma das hipoteses faz tanto sentido como pedir emprestimo sem previsões de pagamento ...nesta democracia tudo vale...

Fernando Vasconcelos disse...

Como respondi outra ... explico-me. Férias não será, excesso de álcool poderia ser mas não aquela hora, o papa respondeu de imediato que não se mete com ortodoxos ... Outra razão? Bem se calhar e só se calhar contrariamente a todas as demais hipóteses (que admito serem muito mais prováveis) não será que ele até pode achar que tem razão? E não será que eventualmente até tem? bem sei que é tão imporvável mas ... :-)