quarta-feira, 13 de junho de 2012

Elogio da preguiça

Sempre soube que sou preguiçosa. Mais do que dinheiro, aprecio o tempo, e por isso provavelmente nunca serei rica, ao contrário dos meus colegas que trabalham até altas horas da noite - quando as pessoas dizem que os médicos ganham muito, esquecem-se de que para isso se fartam de trabalhar em dois ou três sítios, incluindo as urgências hospitalares.

A preguiça é na realidade uma organização idiossincrática de prioridades, e se num determinado momento é mais importante ler um artigo de jornal do que varrer a cozinha, isso será condenável?

Por outro lado, manter a imobilidade perante a evolução de um problema pode ser a melhor maneira de o encarar. Sir Harold Gillies, considerado o pai da cirurgia plástica, costumava dizer*: Do not do today what you can honourably put off until tomorrow, ou seja, deixa a situação definir-se antes de intervires. Um conselho que já me tem sido muito útil.

Ora eu tenho andado com preguiça para tratar do jardim, e sobretudo para podar e arrancar ervas que não convidei a instalar-se por aqui.


Estas têm crescido imenso, ocupando por exemplo uma boa parte do canteiro das violetas. Mas agora floriram e eu estou toda contente por não as ter arrancado, porque são mesmo lindas.

(Albufeira, Junho 2012)




* citado por D. Ralph Millard in Principalization of Plastic Surgery, Boston/Toronto, 1986, pg. 17, 402

8 comentários:

Mário disse...

A preguiça é "the ultimate luxury", só ao alcance dos que a sabem utilizar :)

bom proveito e desfrute as florinhas, fruto do desleixo :)

luisa disse...

São mesmo lindas... e eu também padeço um pouca dessa preguiça. Há uma frase anedótica que diz que a preguiça é a mãe de todos os vícios e uma mãe deve ser respeitada :))

Paulo disse...

Somos epicuristas, certo?

kuka disse...

Eu estou com tanta preguiça que nem me apetece comentar!

Gi disse...

Mário, para mim é uma necessidade vital :-)

Luisa, gosto dessa frase :-)

Paulo, sem dúvida :-)

Kuka, hehe :-)

mfc disse...

Adopto imensas vezes essa atitude e tenho resolvido inúmeros problemas quase sem intervir!
Ahhh... e adorei a posição face à preguiça!
Beijos,

Maria Carvalho disse...

É Asparagus densiflorus, uma planta sul-africana. A floração dura pouco, depois nascerão umas bagas vermelhas igualmente lindas (mas um pouco tóxicas, talvez também para o Jr).

Gi disse...

Mfc, o Gillies era um senhor :-)

Maria, terei cuidado em mantê-lo longe das bagas. Obrigada pelo aviso.