sábado, 13 de julho de 2013

Cinco dias, três museus

Paul Klee (para quem o Mário me tinha chamado a atenção) e Fausto Melotti no Museo d'Arte de Lugano:


Eu já visitei os melhores museus de arte do mundo, por isso hoje em dia o que não é extraordinário pode ser uma decepção; no entanto, os pequenos museus temáticos como o Zeppelin Museum em Friedrichshafen, são frequentemente interessantes:


Ou até mesmo uma exposição de brinquedos antigos, como esta no pequeno Museum im Malhaus de Wasserburg:


10 comentários:

Mário disse...

Obrigado pelo Klee :))))

Nunca fui a Lugano, terá de ser.

Gi disse...

Mário, se for, deixe que lhe recomende o meu hotel favorito, na parte italiana.

Mário disse...

:)certamente, Gi.

ah, as fotos, <3 !

Paulo disse...

O Castagnola, Gi?

Do pouquíssimo tempo que tive para explorar Lugano, gostei muito. Basicamente, passava os meus dias encerrado na Universidade. Só à noite podia ir verificar que existia lá um lago.

Gi disse...

Paulo, a que Castagnola te referes? Só conheço este mas é na Suíça - conheço é uma maneira de dizer, fui lá ver se arranjava bilhetes para um concerto da Martha Argerich. Não havia. Mas pareceu-me caríssimo.
este outro em Itália, mas não o conheço por isso não o posso recomendar.

Paulo disse...

Referia-me ao de Lugano (carote, sim).

(Agora reparei que o teu hotel favorito é na parte italiana.)

Gi disse...

É, sim, Paulo. É este; acho que já te tinha falado dele. Um três estrelas de gestão familiar, com uma situação estupenda e um jardim onde se janta lindamente. Tem biblioteca e um barco a remos para uso dos hóspedes :-)
Claro que não tem nada a ver com o luxo do Castagnola, mas para mim é uma espécie de encanto secreto.

Paulo disse...

Sim, agora me lembro. Parece-me muito bem.

Mário disse...

Parece-me divino, Gi. Obrigado.

Os tempos que correm não estão bons para Castagnolas...

Paulo disse...

Não estão, Mário. Só para castagnettes.