domingo, 14 de junho de 2009

Liberalismo e colectivismo

O que me impressionou nestas eleições europeias foi a diferença de atitude entre os cidadãos que diziam/escreviam Eu abstenho-me e os que apelavam Vamos todos votar.
Curiosamente, isto funcionava da mesma forma à esquerda e à direita.

6 comentários:

ematejoca disse...

Olá Gi!

Aqui, na Alemanha, foi a mesma coisa. Na minha família houve também opiniões diferentes. Quero dizer, houve quem votasse, apesar da chuva, e quem ficasse em casa.

Boa noite!

Mário disse...

Viva!

A Europa terá mais piada quando as atitudes forem: "Eu Voto!" e "Vamos todos abster-nos!". Um liberalismo activo e um colectivismo passivo. Eh eh. ;-)

Gi disse...

Teresa, e houve proselitismo de alguma das partes?

:-), Mário.

Carlos Pires disse...

"A democracia é o pior sistema político, com excepção de todos os outros."
Quem disse isto não foi Salazar, nem Hitler nem Estaline. - :)

Mas claro que a democraticidade da União Europeia deixa muito a desejar. Li não sei onde que se a UE se candidatasse a si mesma teria dificuldade de entrar, devido a ser pouco democrática.

Mas é muito duvidoso que a abstenção seja uma reacção deliberada dos cidadãos a essa falta de democracia da EU - parece-me mais inércia e incapacidade de dar importância ao que não é imediato. Seja como for , a abstenção não resolve a falta de democracia, só a piora.

Paulo disse...

Gi, já sabes qual é a minha opinião (e o Mário também). Tal como a Io, acho que o voto é um dever, ainda que reconheça aos outros o direito de se absterem. Custa-me aceitar tanta abstenção.

Moura Aveirense disse...

Ohhhhhh "Meez", por onde é que anda a passear? ;)