segunda-feira, 9 de abril de 2012

Funcheira

Quem faz a viagem de comboio entre Lisboa e o Algarve pergunta-se qual a importância de uma estação chamada Funcheira, aparentemente plantada no meio de nada. Na realidade há ali dúzia e meia de casas, e ali se fazia a ligação a Beja, mas esta foi desactivada no início deste ano.

Imagem Google Maps

Ora esta estação, do ponto de vista de arquitectura, é extraordinária: os volumes, a cantaria, os azulejos, as janelas e acima de tudo o telhado, que nunca vi igual em parte nenhuma. Foi, ao que parece, construída em 1909, mas não consegui saber o nome do arquitecto.


(Funcheira, Abril 2012)

8 comentários:

luisa disse...

E como essa, tantas outras desativadas, país fora. Uma pena.

Gi disse...

É verdade, Luisa.

Paulo disse...

Também nunca vi um telhado assim. Muito bonito.

(O edifício é uma espécie de Beaux-Arts simplificado em versão alentejana.)

Gi disse...

A que Beaux-Arts te referes, Paulo?

Paulo disse...

Beaux-Arts de Paris.

mfc disse...

Temos estações de caminho de ferro lindíssimas espalhadas por esse país fora!
Espero que esta sanha privatística que nos invade possa preservar esse lindo património arquitectónico.

Helena disse...

Eu estava a querer dizer alguma coisa original, mas só me ocorre o que o Paulo já disse. :-)

Gi disse...

Mfc, não conheço muitas estações de caminho de ferro, e as que conheço são quase sempre mais simples.

Helena, :-)