quarta-feira, 25 de abril de 2012

Um post sobre pés

A propósito de sapatos, ou talvez não, nunca tinha visto um bicho com umas patas tão extravagantes como estas:

(Hyde Park, London, Abril 2012)

Diz que se chama galeirão: em inglês é coot.

13 comentários:

Paulo disse...

Lembrei-me dos gansos-patolas, mas mesmo esses não têm patas tão sofisticadas.

Gi disse...

Paulo, os gansos-patolas (que também não conhecia) têm patas bastante normais para qualquer passarinho aquático, enquanto estes galeirões podiam andar pela Moda Lisboa.

luisa disse...

:))

kuka disse...

A moda das operações estéticas já chegou aos passarocos.

João Afonso Machado disse...

É um galeirão. Também há cá, por exemplo em Vilamoura, nas lagoas dos campos de golfe. Ave aquática, as «barbatanas» ajudam.

Gi disse...

Kuka, falta saber quem são os cirurgiões deles :-D

Gi disse...

João Afonso, aqui tão perto? Tenho de ir lá vê-los. Pode-se chamar barbatanas àquelas patas malucas?

João Afonso Machado disse...

As dos patos são mais desenvolvidas. Mas o princípio é o mesmo. Vá lá vê-los. À mistura com os cágados, é o que há mais em Vilamoura. Ou então deram cabo deles, o que é uma pena porque só servem para embelezar a paisagem.

mfc disse...

Completamente desconhecido!

kuka disse...

Era, nos meus tempos de estroinice, um petisco muito apreciado na zona da lagoa de Sto. André e na de Melides. Existem muitos por lá(ou existiam)!

Gi disse...

João Afonso, lá irei.

Gi disse...

Mfc, agora, a partir dos comentários, já sabes onde encontrá-los se os quiseres fotografar.

Gi disse...

Kuka, nem me passou pela cabeça que servissem para comer, mas eu vi-as em ambiente protegido e não em estado selvagem.