sábado, 29 de dezembro de 2012

Masoquismo ou fé?

A sério, a sério, o que leva um homem condenado a pagar três milhões de euros por mês à ex-mulher a ter vontade de voltar a casar, mesmo que não fosse com uma rapariga cinquenta anos mais nova e com este currículo?

A verdade é que fidanzata em italiano quer dizer namorada, e não mais do que isso. Tradutori tradittori, é o que é.

6 comentários:

Mário disse...

É o último Don Giovanni, uma espécie mediterrânica em extinção cuja tragédia é fazer mal a outros além de si próprio.

Teria graça se não fosse político.

Catarina disse...

Parece que o sr. Berlusconi quer regressar à política.

Feliz Ano Novo, Gi.
Abraço

Gi disse...

Ah, Mário, apetece-me responder que os políticos são uma raça infelizmente longe da extinção cuja tragédia é fazer mal aos outros... mas talvez seja exagero da minha parte, será?

Gi disse...

Catarina, parece que sim.
Feliz Ano Novo para si também.

João Afonso Machado disse...

Vejamos: se esta jovem o levar à falência ele fica desonerado das obrigações para com a anterior senhora.
Talvez não esteja mal pensado...

Um bom Ano Novo para si, Gi. Para o mundo inteiro, sem exclusão dos Berlusconis que por aí pululam (e desde que não nos atropelem).

Gi disse...

Obrigada, João Afonso, bom ano novo para si também.
Não me teria lembrado dessa hipótese para o sr. Berlusconi, mas entrar em falência para deixar de pagar a pensão à ex não será um bocadinho radical? Do tipo "deitar fora o bebé com a água do banho"?
(Vê-se que não percebo nada do enquadramento legal das falências, não vê?)