domingo, 3 de maio de 2009

Coisas que aprendi com a minha mãe

gato
A minha mãe é linda. A minha mãe é inteligente e rápida. A minha mãe fez as maiores asneiras e ainda hoje as faz. A minha mãe luta. A minha mãe só se resigna temporariamente, mas nunca desiste. A minha mãe resiste. A minha mãe tem imensa paciência. A minha mãe não tem paciência. A minha mãe ama. A minha mãe zanga-se. A minha mãe sabe dar. A minha mãe sabe aceitar. A minha mãe está sempre disposta a aprender. A minha mãe gosta de coisas doces. A minha mãe conta histórias. A minha mãe conta as mesmas histórias e parecem novas. A minha mãe detesta cozinhar. A minha mãe gosta do pôr-do-sol. A minha mãe adora ler. A minha mãe deixou de fumar há dois anos porque o seu amor lhe pediu. A minha mãe gosta de andar a pé. A minha mãe sabe lindamente usar o computador. A minha mãe escreve poesia. A minha mãe discute opiniões mas não convicções. A minha mãe foi uma excelente profissional. A minha mãe reformou-se. A minha mãe olha para trás e anda para a frente. A minha mãe ri. A minha mãe é única.

(Cacela-a-Velha, Janeiro 2009)

6 comentários:

MAIKATZE disse...

Que linha homenagem à tua mãe, Gi.
Fiquei tão comovida e com os olhos cheios de àgua.
Após esta leitura, resolvi postar as palavras que escrevi há pouco tempo, por fazer 3 anos, que a minha morreu.

Um beijinho para a tua mãe, com quem fiquei a simpatizar, e também para ti, Gi.

PS: Sou a "ematejoca azul"!!!

Xantipa disse...

Que mãe fantástica!
Beijinhos!

Landa disse...

A tua mãe é assim porque tem a sorte fantástica de ter uma filha maravilhosa
Beijinhos, minha querida filha, e muito obrigada por seres quem és

Sr. José Mlinsky disse...

A minha mãe também era assim!!
Tenho saudades...

Joao Quaresma disse...

E depois de um texto destes, parabéns a ela também por ter a filha que tem. :)sorstedu

Gi disse...

Obrigada a todos, incluindo à minha mãe que pela primeira vez veio aqui fazer um comentário :-)