quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Caixas de comentários

Não percebo os bloggers que não usam caixas de comentários. Escrever uma espécie de diário online é expôr-se à leitura e apreciação dos outros, e essa apreciação é oferecida na caixa de comentários.

Quem recusa a caixa e espera que os comentários venham por email perde aquelas reacções imediatas cujos autores não acham valer a pena mandar numa mensagem formal: os risos, as piadas espontâneas, os pensamentos que não exigem resposta.

Há também, claro, as pessoas que escrevem para si próprias e não querem saber o que os outros pensam, mas que sentido faz então ter um blog público?

É claro que, sobretudo nos blogs mais conhecidos e expostos, aparecem frequentemente spammers, quando não comentaristas agressivos ou insultuosos, que a coberto da anonimidade da rede acham que podem relacionar-se com os outros de uma forma que não ousariam na vida real. Mas para evitar essa gente há a moderação de comentários.

A interactividade na blogosfera e na net em geral é, para mim, um dos seus aspectos mais interessantes. Vivam as caixas de comentários.

6 comentários:

MJ disse...

Apoiado!!!

MJ

io disse...

Vivam! :-))

Xantipa disse...

:)
Viva!
Não costumo comentar muito, mas já me aconteceu apetecer fazê-lo e o blogue não ter caixa de comentários. O sentimento que tive é o de desilusão, de descontinuidade. E enviar um mail não é a mesma coisa.
Beijinhos

Moura Aveirense disse...

A Laurinda Alves emprega uma expressão muito interessante, referindo-se aos "vasos comunicantes" de que é feita à blogosfera. Sem comentários, essa comunicação é praticamente cortada. Tenho moderação de comentários, sim, mas isso é para evitar os "bugs" inconvenientes ;)

E foi graças a essa troca de comentários que a Gi e a Moura Aveirense se conheceram :)

Fevereiro disse...

Sim, também gosto da caixinha de comentários, embora, como sabes, a tenha retirado durante uns tempos. Porque a tirei? - Por vezes acontece haver quebra de "linha de pensamento", ou seja, escreves um post e recebes um comentário que, embora gostes de receber, acaba por ser uma interpretação completamente diferente daquilo que estavas a escrever. Acho que terá a ver com sensibilidades de interpretação e aí pensas seriamente, será que alguém percebe - ou tenta perceber - o que se está a escrever? Logo, pode-se começar a por em causa o que escrever a seguir..ou se se deve mudar de prosa.
Mas, de vez em quando aparece O Tal comentário lúcido que faz valer a pena ter a caixa de comentário activa!
Beijinho, Gi.

Gi disse...

Obrigada a todas pelo apoio :-)