domingo, 4 de dezembro de 2011

A TAP

Notícia do Público:

Escolhida entre 36 mil votantes
TAP é a melhor companhia europeia para os leitores da revista Global Traveler
03.12.2011 - 15:32 Por Pedro Crisóstomo
(...)
A Global Traveler é uma revista mensal, publicada nos Estados Unidos desde 2004, com uma circulação mensal de 105.201 exemplares, de acordo com os números de Junho de 2011 da entidade que verifica a circulação da imprensa naquele país, o Audit Bureau of Circulations.
(...)


Cem mil exemplares, num país como os Estados Unidos, deve corresponder aqui a A Avezinha ou coisa do género. Mesmo assim, a TAP e o Público embandeiram em arco, talvez nunca tenham viajado noutra companhia aérea, ou viajem sempre em executiva e emborquem umas garrafitas do “Melhor vinho tinto servido em Classe Executiva Internacional”.

Na minha pouco humilde opinião, a TAP é uma companhia vulgar com um catering invulgarmente mau. Porque viajo nela? Porque aceita cães na cabine. Cetero taceo.

10 comentários:

Paulo disse...

Ultimamente fica tudo muito contente porque Lisboa está entre os cinquenta melhores destinos turísticos ou porque temos uma universidade entre as quinhentas melhores do mundo, coisas assim. Uma canseira.

Gi disse...

Paulo, sinais de uma grande insegurança, não te parece?

Paulo disse...

Insegurança e pequenez.

Mário disse...

É curioso que só em tempos de aperta-o-cinto Portugal é tão promovido.

Chama-se a isso ter uma boa relação qualidade-preço, não é. A Deco diria que somos a "boa compra".

Estaremos à venda?

Gi disse...

Paulo, pois.

Mário, à venda oiço dizer que estamos, mas não sei se seremos assim tão boa compra, se quem nos comprar levar também as dívidas. Se, pelo contrário, for como o BPN, então sim, serão grandes negócios.

João Afonso Machado disse...

Se deixarem levar cães de qualquer tamanho e vários por passageiro, é a melhor Cª do mundo. Sem dúvida, Gi.

Joao Quaresma disse...

De facto, ultimamente largamos foguetes por tudo e por nada. Penso que é insegurança e algum medo da depressão provocado pela situação do país. Agarramo-nos a qualquer coisa de positivo.

Sobre a TAP em concreto, duma coisa podemos ter a certeza: é uma das três companhias mais seguras do mundo, e as tripulações são de elite.

Gi disse...

João Afonso, por enquanto na cabine são só cães pequenos, e no total três cães por voo. Penso que os cães de serviço não entram nestas contas e têm sempre lugar, mas não tenho a certeza.
Os seus cães, que já têm com certeza mais de 5kg, têm de viajar no porão.

JQ, já tenho ouvido esses louvores à segurança da TAP mas não sei em que se baseiam. Estatísticas?

Joao Quaresma disse...

Gi, segundo as estatísticas a TAP tem estado sempre entre as 5 melhores companhias do mundo, desde há décadas. Foi considerada no princípio deste ano a terceira companhia mais segura do mundo, atrás da australiana Qantas e da Air New Zealand. Só teve um acidente grave, em 1976 na Madeira. Desde então nunca teve nenhum acidente, e não teve responsabilidade nos incidentes que ocorreram com os seus vôos. O mesmo se passa com as outras duas companhias, e a única razão por que ficou atrás prende-se com a média de idade da frota, mais elevada na TAP por causa dos aviões Fokker da Portugália.

Vale a pena dizer que quando, há dois anos, caíu um Airbus A330 da Air France num vôo Rio de Janeiro-Paris, uma das explicações avançadas foi a de um sensor de velocidade (de fabrico francês) defeituoso que teria induzido a tripulação em erro (o que se provou, entretanto, ter sido a causa do acidente). Na altura, a Airbus já tinha emitido um aviso para eventuais defeitos deste equipamento. E o sindicato francês dos pilotos criticou a Air France de não seguir o exemplo da TAP, que ainda antes da recomendação da Airbus nesse sentido, tomou a iniciativa de substituir de imediato e sem esperar por ninguém por um equipamento de fabrico americano e tido como de confiança, em toda a sua frota A330. Se a Air France tivesse feito o mesmo que a TAP aquele acidente que custou a vida a 300 pessoas não teria acontecido.

Para se ter uma ideia, a Air France ficou em 45º lugar no ranking das mais seguras.

Gi disse...

JQ, obrigada pela informação.
Fico contente por saber que pelo menos na segurança a TAP pode orgulhar-se, já que noutras coisas, na minha opinião, nem tanto.