quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Cordoba

Quando eu era criança não se viajava tanto como agora. Isto dito assim talvez não se perceba, mas o turismo de massas é um fenómeno relativamente recente e a minha família não ia de férias para destinos exóticos. Íamos a Espanha de vez em quando, e as recordações que guardo não são talvez as mais evidentes.
Lembro-me das estradas espanholas sempre em obras, das ruas sujas, da peseta que valia menos de metade do escudo, e das desesperantes esperas nas fronteiras, sempre com medo de que nos confiscassem os caramelos e o gel de banho que tínhamos comprado.
Lembro-me pouco de ruas, prédios ou monumentos, mas lembro-me da mesquita de Cordoba com o coro da catedral lá dentro: na altura achei que uma coisa não dizia com a outra e era uma falta de respeito.



(Cordoba, Novembro 2011)
Voltei agora a Cordoba, e que posso dizer? A cidade é encantadora: perdi-me nas ruas da Judiaria, jantei umas tapas deliciosas, achei que a catedral afinal não desfeava a arquitectura da mesquita, e que não se resume a esta o que há para ver na antiga capital da Baetica e do califado andaluz, onde César tomou consciência que ainda não fizera nada de memorável na idade em que Alexandre já conquistara o mundo*.


(Cordoba, Novembro 2011)
O mundo não perdeu pela demora.

*Suetonius, Diuus Iulius, VII
NB: enganei-me: como é evidente em Suetónio, esse episódio não teve lugar em Cordoba mas em Cádiz.

8 comentários:

Catarina disse...

Ainda bem que hoje a visitei. Teria perdido, de contrário, imagens de Cordoba onde nunca fui. Ainda um dia gostaria de conhecer Espanha. Um passeio a Ayamonte e uma visita a Sevilha e a Sanlúcar não é conhecer Espanha!
Obrigada! Abraço : )

FanaticoUm disse...

Belas fotografias. Cordoba é um local impressionante. Obrigado.

Gi disse...

Catarina, claro que para conhecer a Espanha é preciso passar além de Sevilha, como para conhecer o Canadá é preciso ir muito além de Toronto (no meu caso, nunca fui à British Columbia, por exemplo, nem às grandes províncias continentais). Há tanto mundo!

FanaticoUm, obrigada. Tenho muitas vezes dificuldade em não encher o blogue de fotos de lugares lindos.

mfc disse...

... ou que a Mesquita não desfeava a pretensa beleza da catedral?!

Gi disse...

Mfc, a mesquita é anterior à catedral... Mas foi também ela construída sobre um templo cristão anterior, por isso as contas estão pagas :-)

Mário disse...

Uma colorida e geométrica visão de Córdoba:

http://espacillimite.blogs.sapo.pt/128622.html

Joao Quaresma disse...

Boas fotos, Gi. Sobre as idas a Espanha na "Antiguidade", também me lembro da demora na fronteira e de escondermos garrafas de Coca-Cola debaixo dos bancos do carro. Os caramelos, o Colacao, a Nocilla e as bolachas Campechanas eram da praxe. Boas recordações!

Gi disse...

Mário, confesso que tive alguma dificuldade em a reconhecer :-)

JQ, obrigada. Boas recordações talvez, mas naquela altura era uma seca...