quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ronda

Ronda é famosa pela sua Ponte Nova (do século XVIII) que atravessa uma garganta escarpada e vertiginosa.


(Ronda, Novembro 2011)


Foi cenário de uma ou duas versões da ópera Carmen e de um livro de Nick Bantock, o autor da extrordinária trilogia Griffin & Sabine. Tem jardins, palacetes e igrejas, doces regionais deliciosos e um museu do bandido único em Espanha, que terei de visitar na próxima vez.

4 comentários:

Mário disse...

É uma jóia mediterrânica, Gi. Passava lá uma semana, a calcorrear as ruas e ruelas de centro. Pelos vistos, essa não está estragada, pois não ? E viu outrospueblos blancos?

Gi disse...

Mário, não me pareceu estragada, nem mesmo os bairros modernos, do outro lado da ponte, mas só lá estive uma tarde.
Não vi nenhum dos outros pueblos blancos, mas Ronda já estava nos planos há muito tempo, e só não tinha sido visitada porque imaginei que o acesso fosse mau, o que não é de todo.

mfc disse...

Ronda... é espectacular!

Gi disse...

Mfc, é sim senhor.