domingo, 1 de janeiro de 2012

Bom ano novo

Curiosamente à meia-noite nenhuma das quatro televisões nacionais passou imagens do fogo-de-artifício madeirense, o mais antigo e famoso do país. Hoje, no jornal das 7, a SIC Notícias pretendeu convencer-nos que (houve mas) causou incêndios e desalojou pessoas.
Na procura por um bode expiatório para o mau viver, a Madeira e Alberto João Jardim estão na fila, mas seria preciso tanto?

Felizmente o resto do mundo ignora essa guerra e aqui fica um testemunho, com os meus votos de bom ano para os amigos deste blogue: haja saúde, alegria e força para levar por diante os projectos de cada um.

Foto do Daily Mail

13 comentários:

lalage disse...

Um bom ano!

mfc disse...

Que o 2012 possa concretizar todos os teus sonhos e que não venha tão feio quanto o pintam!
Um grande abraço e um beijinho!

Moura Aveirense disse...

Igualmente! :)

Beijinho, Moura Aveirense

Catarina disse...

Obrigada, Gi. Um ótimo ano para si também.
Abraço

Paulo disse...

Obrigado, Gi. Um bom ano para ti também. Faça-se por isso.

João Afonso Machado disse...

Obrigado, Gi.
E um excelente Ano para si, com tudo o que for possivel para a sua riqueza de espírito.

Mário disse...

Obrigado, Gi, um 2012 bom, que lhe traga muito mais boas novas do que previsto.

Boa foto !

George Sand disse...

Um Bom ano Gi.
Não sei até que ponto, houve retorno deste fogo de artíficio na Madeira. Deve ter sido por isso que não mostraram...e, na Madeira as coisas estão complicadas.
Que seja um ano feliz para todos

Gi disse...

Obrigada a todos :-)

George Sand, o fogo-de-artifício na passagem do ano é imagem de marca da Madeira, e os visitantes esperam-no. Quem não conhece não imagina, mas acabar com ele seria tão desastrado como acabar com o festival de Bayreuth.

luisa disse...

De facto, Gi... este evento não poderia ter deixado de acontecer. Aí sim... seria o desastre. A crise não pode ser desculpa para afundar tudo e sobretudo para afundar o que tem potencial para puxar o país para cima. Cá pelo continente, com os tiros que vão dando nos pés (do turismo) ainda não perceberam isso.

luisa disse...

... e Bom Ano...claro!

Joao Quaresma disse...

Na RTP-Informação, que transmitiu o fogo de artifício, alternando com os do Porto e de Lisboa, em vez de deixarem ouvir o som ao vivo, foram comentando com os milhões que o da Madeira custava, e que a região autónoma tinha um buraco financeiro. Coisas normais de se dizer às 00h00 dos dias 1 de Janeiro. A máquina de propaganda está montada e a todo o vapor para desmoralizar as pessoas, nem que tenha recorrer à paranóia como foi este caso.

Bom Ano Novo, Gi!

Gi disse...

Luisa, os tiros nos pés são incontáveis. O que irrita é que tanta gente já se tem dado ao trabalho de explicar, mas parece que ainda há muito quem não entenda.

JQ, a máquina às vezes funciona discretamente, mal se dá por ela, mas outras tem uma falta de subtileza... É o que nos vale.