segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Obediências

Estou farta de ouvir gente próxima da Opus Dei escandalizar-se com os ritos, os segredos e as influências da maçonaria.

6 comentários:

Paulo disse...

Aquela coisa do cilício parece-me desconfortável e o avental, apertando menos as carnes, tem, convenhamos, o seu quê de ridículo.

Gi disse...

Paulo, :-), e já viste aquele gag do Herman José sobre o tema?

Paulo disse...

Claro :)

Mário disse...

Gostei (quase sempre gosto) do que escreveu Vasco Pulido Valente no Público. Essas coisas já não têem razão de ser. São obsoletas e retrógradas. Custa-me a aceitar que um membro dessas seitas possa ser um ser humano digno e decente.

E é possível que, por serem indignos e indecentes, passem a vida a meter a pata na poça.

Menos mal quando são apenas ridículos.

Opus Dei, Lojas Maçónicas, não se pode exterminá-las?

mfc disse...

A concorrência "lobbyista" detesta-se!!

Gi disse...

Mário, pelo menos um desses grupos recruta crianças e fanatiza-as. Não é ridículo, é assustador.

Mfc, quem nos dera os lobbies americanos, que funcionam abertamente!