quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Aldrich veste Manéis

Segundo a blogger Opera Chic escreve hoje na revista W, a mezzo soprano americana Kate Aldrich, que OC considera entre os cinco cantores de ópera mais bem vestidos, usa, entre outras, peças de Alves/Gonçalves.
Ter-lhe-ão sido apresentados quando cá esteve no S. Carlos a cantar L'Italiana in Algeri (a que eu assisti com o segundo elenco, incluindo uma Barbara De Castri que desafinou assustadoramente)?

Parabéns à dupla de estilistas portugueses. Eu até nem gosto muito das roupitas deles, mas mesmo assim estas referências discretas consolam o meu maltratado patriotismo.

7 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Só discordo do label. O post é mais sobre estilistas nacionais do que sobre música.

Gi disse...

Tem razão, Funes, vou corrigir isso.

Paulo disse...

Eu, como pouquíssimo rossiniano que sou, acabei por não ver a Italiana com nenhum elenco. Mas tenho ideia que Kate Aldrich agradou muito. Nessa época os Manéis tinham a loja mesmo ali ao pé de São Carlos. Penso que fecharam. Enfim, a Cartier também fechou no Chiado; a Versace também. Ainda me pergunto como se aguenta a Hermés , não sendo Lisboa Paris, nem o Chiado o Faubourg Saint-Honoré.

Gi disse...

É triste, não é, Paulo? Pergunto-me como ainda se aguenta a Vuitton na Avenida da Liberdade. Outro dia andei por lá a passear num sábado de manhã e as lojas estavam vazias.

Paulo disse...

(Aliás, Hermès.)

cristina ribeiro disse...

Já que só se tem falado em Portugal por más razões, haja quem salve a honra do convento.

Gi disse...

Vai havendo, Cristina, vai havendo.