quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Mais um desvario

Notícia do Diário de Notícias:

Corrupção
PS quer publicar na Internet rendimentos dos cidadãos
por JOÃO PEDRO HENRIQUES Hoje
Socialistas vão apresentar projecto de 'big brother' fiscal, que coloca 'online' rendimentos brutos de todos os contribuintes
Todos os rendimentos declarados, de todos os cidadãos do País, vão ficar à vista de todos os que quiserem ver, na Internet.
Sem o imposto final pago, sem as despesas reembolsáveis (despesas de saúde, educação, etc.), mas com o rendimento bruto anual declarado. E, evidentemente, a identificação do contribuinte. Por outras palavras: acaba-se o sigilo fiscal. É o passo seguinte, depois de o Governo ter disponibilizado online a lista dos maiores devedores ao fisco.
(...)


É ou não é para ficar mal-disposta logo de manhã? O ataque à vida privada, à intimidade e sossego de cada um continua, sob as bandeiras da segurança e, agora, do ataque à corrupção.

É a reviravolta total, o desrespeito pelos valores de presunção de inocência, de direito à imagem, da pura liberdade, e tantos outros de que estes palhaços se apregoam defensores.

Eu não quero que qualquer pessoa saiba quanto ganho, nem quero saber o que ganha qualquer pessoa cuja maneira de adquirir rendimentos não me afecta. Uma coisa são os detentores de cargos políticos, outra é o comum dos mortais, que quer é que o deixem em paz.

Se há suspeitas, já há mecanismos legais para investigar. Não precisamos de estampar listas de rendimentos em muros virtuais, que só são úteis para os gatunos de várias espécies saberem quanto e a quem podem roubar mais.

4 comentários:

Paulo disse...

Mas que disparate! Que a lista de prevaricadores seja publica eu entendo. Agora, tu não tens nada que saber quanto é que eu ganho, ora essa.

Helena disse...

Mas isso vai acontecer mesmo?
Devo sentir-me aliviada por já ter emigrado?!

Ultimamente o Maquiavel passa muito por aqui. Acabou agora mesmo de me sussurrar: "não te preocupes, os que ganham realmente muito, os que têm bons motivos para não quererem que se saiba, vão passar a ter residência fiscal no Mónaco. Se é que não a têm já. Ou então, criam empresas prestadoras de serviços com sede num off-shore. Há tantas maneiras de iludir o fisco..."

Por outro lado, gostava de saber: quantos dos que agora acham mal que esta medida seja tomada protestaram quando um pasquim português publicou na primeira página o montante das reformas da Manuela Ferreira Leite?
É a velha história: vieram pelos judeus, e eu não disse nada. Vieram pelos comunistas, e eu não disse nada. Etc.

Gi disse...

Helena, espero que não, o chefe do grupo parlamentar do PS disse que enquanto estivesse no lugar a proposta não avançaria.
Quanto à exposição dos proventos de MFL, ela foi, e pretendia voltar a ser, titular de cargos políticos, não? E aí, se calhar, não é despropositado.

Isa disse...

é nojento, tens toda a razão...