terça-feira, 4 de maio de 2010

O décimo quarto cume

Claro que há portugueses capazes de feitos assinaláveis: o João Garcia completou no dia 17 de Abril o seu projecto de escalar sem oxigénio as quatorze montanhas mais altas do mundo (acima dos oito mil metros).

Foto: Annapurna, em Rankopedia


Nesse dia atravessava eu a Polónia de comboio de norte a sul, depois de me terem cancelado os voos (em avião a hélice), e mandei-lhe daquelas imensas planícies um pensamento amigo.

Ontem vi-o numa entrevista na televisão, muito sóbrio e sereno. Como sempre, desejo-lhe boa sorte para os projectos futuros.

4 comentários:

Paulo disse...

Muito bem, João Garcia. Parabéns.

P.S. Olha: disseste quatorze!

Helena disse...

Lembram-se daquela discussão no JB sobre ser a hélice ou o hélice?
Ora bem:
é
um avião a hélice
ou
um avião ao hélice
?

:-)))

Gi disse...

Paulo, tenho a impressão que já uma vez me tinhas chamado a atenção. Eu escrevo sempre quatorze... O priberam confirma enquanto o ciberdúvidas diz que é brasileiro. Parece-me que estou atrasada várias reformas ortográficas :-(

Helena, eu digo avião a hélice como digo barco a motor, mas posso estar enganada.
Mas mais uma vez eis o que diz o ciberdúvidas

Paulo disse...

Eu gosto de quatorze. Não gosto é de treuze.